As falácias da contratação de traduções baratas e outras mazelas

As falácias da contratação de traduções baratas e outras mazelas

Nessa época de crise institucional e econômica, percebo que o mercado de tradução está sendo muito procurado, porque não dizer, invadido por profissionais de outras áreas que se dizem tradutores e/ou que nunca foram tradutores na verdadeira acepção da palavra. Num ato de desespero, procuram sites de empresas de tradução à procura de oportunidades na área oferecendo seus serviços como pretensos tradutores. É curioso como muitos acham que sabem e dominam essa ou aquela língua estrangeira porque já estudaram no exterior ou simplesmente fizeram um curso de línguas no Brasil. E é interessante notar que eu, tradutora pública e intérprete comercial, nunca “venderia meu peixe” como engenheira ou psicóloga, por exemplo, sendo que não sou formada nem nesta nem naquela especialidade.

E, naquele momento em que as não menos vorazes empresas de tradução contratam este ou aquele pretenso tradutor, ávido por oferecer seus “serviços” a qualquer custo e a qualquer preço, penetra no mercado um enxame de ditos “profissionais” do ramo, confundindo e ludibriando a potencial clientela de traduções que, à procura de menor preço, não raro cai na falácia da contratação de traduções baratas e inúteis.  Vale lembrar que existem hoje em dia ferramentas de tradução facilmente adquiridas pela internet que podem ser utilizadas por qualquer um que se apresente como tradutor, sendo o resultado final uma “tradução” incompreensível, inadequada, incorreta, enfim, inútil.

Não se deixe enganar por preços abaixo do mercado pois as consequências serão irremediavelmente a procura por verdadeiros tradutores que finalmente farão um trabalho satisfatório, sendo que você terá pago duas vezes pelo mesmo trabalho. Para garantir ótima qualidade de serviço, procure sempre um TRADUTOR JURAMENTADO que certamente também realizará traduções não juramentadas, técnicas, acadêmicas com a maior seriedade e destreza exigidas pela profissão que honra.  O TRADUTOR JURAMENTADO passou pelo crivo que um concorridíssimo concurso público e aqueles que obtiveram sucesso nessa empreitada certamente não aprenderam os idiomas em seis meses de cursinho, mas levaram a sério sua profissão durante décadas de sua existência.

Por |2018-04-30T14:55:41+00:0024 abr 2018|Tags: , , |